Trilogia Analítica: As Bases do Método Psicolinguístico Terapêutico

Quando queremos ajudar o ser humano, integralmente, não podemos tratar de sentimentos, sem considerar sua religiosidade; sua pressão alta, sem saber o que o preocupa; suas finanças, sem saber do seu passado, sua educação, sua filosofia de vida etc.

Enfim, não podemos tratar do homem “em pedaços”. Até hoje, o médico trata do corpo; o psicólogo de alguns problemas de ajustamento social; o padre de problemas religiosos; o psiquiatra de seus medos, delírios e alucinações (com remédios, choques elétricos e internações) e assim por diante.

Assim sendo, a sociedade também está fragmentada em pedaços isolados que, não raro, são conflitantes entre si. É o caso da incompatibilidade existente entre ciência, filosofia, teologia, economia, política etc. Essa é a esquizofrenia existente no interior dos seres humanos, projetada na vida social, que divide tudo: pais e filhos, homens e mulheres, patrões e empregados, o governo e o povo, as classes sociais etc.

Nascemos como seres unificados, e assim devemos ser tratados. Portanto, teria de haver uma ciência integral, também unificada, que tratasse o ser humano e sua vida de maneira total.

Assim é a ciência de Norberto R. Keppe, chamada Trilogia Analítica: ela unifica ciência, filosofia e teologia; sentimento, pensamento e ação; e numa visão mais abrangente, visa à unificação dos homens, raças e nações. É importante salientar que a Trilogia não é “mais uma coisa nova”; é a ciência baseada em todo o trabalho anterior de valorosos cientistas, filósofos, teólogos, artistas, em séculos e séculos de civilização.

Essa unificação da ciência trilógica, ao contrário do que se possa pensar, possibilita um maior aprofundamento e especialização de cada campo específico de estudo, anteriormente impossíveis, devido, em grande parte, a essa separação dos campos. Os campos de estudo trilógico se intercomunicam e trocam informações, como no princípio dos vasos comunicantes.

Por exemplo: a medicina tradicional não pode dar solução total ao tratamento das doenças orgânicas, por não ter feito a ligação entre a vida emocional e o nosso organismo.

De um lado, os médicos tratam do corpo — de outro, os psicólogos trabalham as emoções. Mas a única medicina verdadeira é a sócio-psico-somática, ou seja, a que une os fatores sociais aos psíquicos e orgânicos e procura solucionar a questão nos três níveis, pois eles são interdependentes.

Como pode um médico tratar, através de comprimidos e dieta alimentar, a úlcera do indivíduo que é inseguro por questões psicológicas internas e sofre enorme pressão dentro da família, no trabalho e na sociedade?

A humanidade toda está doente. A economia, as leis, a medicina, a psicologia, a religião, os seres humanos estão severamente enfermos.

Existe uma unidade em toda essa doença, uma causa comum, pois os seres humanos são, basicamente, os mesmos em todos os lugares do mundo e as misérias foram todas criadas por essa patologia comum.

Portanto, havia necessidade de uma correção dos males pela raiz. Esse trabalho de unificação, tão difícil e buscado por tantos, agora pode ser realizado, através das descobertas desta nova ciência.

Cláudia B. S. Pacheco, psicanalista. Extrato do livro ABC da Trilogia Analítica (Psicanálise Integral).

Gostou deste conteúdo? ajude-nos a compartilhar esta página
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma resposta

  1. Gostaria de parabenizá-lo e equipe pelo excelente trabalho .
    Concordo plenamente com o vosso artigo. Para a grande maioria da humanidade, inclusive na área médica, existe somente a visão material. A física quântica demostra a quase 100 anos, de que a consciência do observador muda a experiência, mas a ciência tradicional, chama os físicos quânticos de místicos.
    Enquanto não houver este entendimento, continuaremos com a grande maioria da humanidade doente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

• Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que está satisfeito com ele. Política de Privacidade

• We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue to use this site we will assume that you are happy with it. Privacy Policy

Open chat
Need help?